out 23

Debate da Globo vai ter perguntas de eleitores indecisos aos candidatos

 

Eleitores serão selecionados pelo Ibope e deverão formular questões.
Debate entre Dilma (PT) e Aécio (PSDB) vai ser na sexta-feira (24).

Dilma Rousseff e Aécio Neves, em seus discursos após a apuração confirmar a disputa entre os dois no segundo turno das eleições (Foto: Evaristo Sá/AFP; Eugenio Savio/AP)

O debate da TV Globo entre os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), na próxima sexta-feira (24), vai contar com perguntas de eleitores indecisos, que estarão na plateia. Esse será o quarto e último debate na televisão antes da votação do segundo turno, marcada para o domingo (26). O programa vai ao ar após a novela Império e tem duração prevista de 1h50.

Os indecisos que vão participar do debate serão selecionados em todos os estados do país pelo instituto de pesquisa Ibope. Cada eleitor indeciso vai elaborar previamente perguntas com temas de interesse nacional. As oito perguntas mais bem formuladas serão selecionadas pela produção do programa para serem feitas aos candidatos.

Dilma e Aécio vão debater ideias e responder as perguntas em um cenário em forma de arena, que facilitará a movimentação dos candidatos durante suas falas. Os eleitores indecisos estarão sentados em volta do espaço ocupado pelos presidenciáveis.

O debate será dividido em quatro blocos. As participações dos indecisos estão previstas para o segundo e o quarto blocos. No primeiro bloco e no terceiro, os candidatos vão fazer perguntas um para o outro, com tema livre. Nos últimos minutos, Dilma e Aécio poderão fazer considerações finais, com os temas que escolherem abordar.

Em caso de ausência de algum candidato, seu lugar permanecerá vazio com uma placa que o identifique pelo nome. Nos dois blocos de tema livre, o candidato presente poderá formular a pergunta que faria ao candidato que se ausentou. Nos outros blocos, todas as perguntas de eleitores indecisos serão respondidas apenas pelo candidato presente. Fonte: G1

out 23

RICARDO GALVÃO: NÃO SEI SE FICO NO PALMEIRAS OU BAHIA

Ao completar 38 anos a grande reflexão de Ricardo é ser pai e se continua torcendo pro Palmeiras e o Bahia, ambos ameaçados de serem rebaixados para série B. Missão difícil e pra quebrar a cabeça. Mas já tem uma vitória certa, trabalhar no Domingo para comemorar a reeleição de Dilma.

out 23

BOTAFOGO NOS 60 ANOS DE MIGUEL FELÍCIO

 

No mês passado nos 60 anos do comunista Conquistense Miguel Felício a família fez homenagem com o clube do coração, o glorioso botafogo.

out 23

AGENTES DE ENDEMIAS E SAÚDE COBRAM PISO SALARIAL NACIONAL

 

agentes endemias

Na manhã desta quinta-feira, os agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde de Itapetinga fizeram uma paralisação e saíram em protesto pelas ruas da cidade, em defesa  do piso nacional para a categoria, quem embora aprovado por lei do Congresso Nacional, sancionada pela presidência da república, não vem sendo respeitado pelo prefeito Zé Carlos e sua secretária de saúde, Débora Irei.

agentes end

O ato de protesto, que percorreu as principais ruas da cidade, encerrou em frente à prefeitura. O vereador Renan Coelho (PCdoB) participou do movimento e manifestou o seu total apoio às reivindicações dos agentes.

Fonte: Sudoste Hoje

out 23

PARA REFLETIR SOBRE ARMÍNIO FRAGA

Publicado no facebook

out 23

O fracasso do terrorismo econômico da mídia.

 

por Emir Sader em 23/10/2014

Emir Sader

O cerco da mídia ao governo tem dois pilares: as denuncias de corrupção (que na campanha teve a Petrobras como mote central) e o terrorismo econômico. O primeiro, pela reiteração e a falta de provas, se esgotou.

A última pesquisa do DataFolha revela como o terrorismo econômico da mídia se esgotou. Não apenas as opiniões da grande maioria pessoas estão na contramão do que a mídia pregou, como além disso o otimismo econômico é considerado como um dos fatores que alavancam a candidatura da Dilma na fase final da campanha.

A expectativa de que a inflação aumentaria despencou de 59% em fevereiro para 31% agora. A de que vai ficar como está subiu de 25% para 35%, enquanto a de que vai diminuir aumentou de 9% para 21%. Portanto 52% nao consideram que a inflação deve aumentar, contra 31% que acham que ela deve subir. Somente 35% dos eleitores do Aécio acham que a inflação vai aumentar. O terrorismo inflacionário foi derrotado.

A expectativa de que o desemprego deve aumentar baixou de 39% para 36%, enquanto os que consideram que vai diminuir subiu de 25% para 31%, e os que consideram que ela vai ficar igual aumentaram de 31% para 33%.

Quanto à situação econômica do país, o que consideram que ela vai piorar baixaram de 27% para 15%, os que acham que ela vai melhorar vão de 34% para 44%, e os que acham que ela ficar como está vão de 35 para 33%.

Entre os próprios eleitores do Aecio 43% acham que a situação do país vai melhores e apenas 20% de que ela vai piorar. 31% desses eleitores consideram que o desemprego continuará como está e 30% acham que ela vai cair.

Foi por água abaixo assim o clima de pessimismo econômico que a mídia insuflou há vários anos. A maioria pensa diferentemente dela, tanto em relação à situação econômica em geral, quanto à inflação e o nível de emprego.

FONTE: http://www.cartamaior.com.br/

out 23

O fracasso do terrorismo econômico da mídia.

por Emir Sader em 23/10/2014

Emir Sader

O cerco da mídia ao governo tem dois pilares: as denuncias de corrupção (que na campanha teve a Petrobras como mote central) e o terrorismo econômico. O primeiro, pela reiteração e a falta de provas, se esgotou.

A última pesquisa do DataFolha revela como o terrorismo econômico da mídia se esgotou. Não apenas as opiniões da grande maioria pessoas estão na contramão do que a mídia pregou, como além disso o otimismo econômico é considerado como um dos fatores que alavancam a candidatura da Dilma na fase final da campanha.

A expectativa de que a inflação aumentaria despencou de 59% em fevereiro para 31% agora. A de que vai ficar como está subiu de 25% para 35%, enquanto a de que vai diminuir aumentou de 9% para 21%. Portanto 52% nao consideram que a inflação deve aumentar, contra 31% que acham que ela deve subir. Somente 35% dos eleitores do Aécio acham que a inflação vai aumentar. O terrorismo inflacionário foi derrotado.

A expectativa de que o desemprego deve aumentar baixou de 39% para 36%, enquanto os que consideram que vai diminuir subiu de 25% para 31%, e os que consideram que ela vai ficar igual aumentaram de 31% para 33%.

Quanto à situação econômica do país, o que consideram que ela vai piorar baixaram de 27% para 15%, os que acham que ela vai melhorar vão de 34% para 44%, e os que acham que ela ficar como está vão de 35 para 33%.

Entre os próprios eleitores do Aecio 43% acham que a situação do país vai melhores e apenas 20% de que ela vai piorar. 31% desses eleitores consideram que o desemprego continuará como está e 30% acham que ela vai cair.

Foi por água abaixo assim o clima de pessimismo econômico que a mídia insuflou há vários anos. A maioria pensa diferentemente dela, tanto em relação à situação econômica em geral, quanto à inflação e o nível de emprego.

FONTE: http://www.cartamaior.com.br/

out 23

IBGE: taxa de desemprego de setembro é a menor da série para o mês

 

Em 12 meses, as seis regiões metropolitanas pesquisadas têm 145 mil desempregados a menos. Trabalho formal fica estável, e rendimento cresce

São Paulo – A taxa média de desemprego calculada pelo IBGE em seis regiões metropolitanas ficou em 4,9% no mês passado, o menor índice para setembro na série histórica, iniciada em 2002. Ficou estável em comparação com agosto (5%), que também já havia registrado o menor patamar, e recuou na comparação com setembro de 2013 (5,4%). Segundo o instituto, o número estimado de desempregados – 1,183 milhão – praticamente não se alterou no mês e caiu 10,9% na comparação anual: são 145 mil a menos em 12 meses. Também foi registrada a menor taxa de desemprego, para setembro, nas regiões de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

Essa queda na estimativa de desempregados deve-se, basicamente, à saída de pessoas do mercado de trabalho. De acordo com o IBGE, a população economicamente ativa (PEA) ficou estável de agosto para setembro e caiu 1% em 12 meses, o correspondente a menos 236 mil pessoas. Já o total de ocupados (23,103 milhões) também não teve variações considerada significativa tanto no mês (-0,2%) como em relação a setembro do ano passado (-0,4%).

Da mesma forma, o número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado mostrou estabilidade e foi estimado em 11,731 milhões. Eles representam 50,8% dos ocupados, mesmo nível de agosto e praticamente o mesmo de setembro do ano passado (51%).

O rendimento médio (R$ 2.067,10) também ficou estável ante agosto e cresceu 1,5% em 12 meses. A massa de rendimentos (estimada em R$ 48,4 bilhões) não variou no mês e cresceu 0,9% na comparação anual.

Entre os setores, a ocupação caiu 6,4% (menos 238 mil) na indústria de transformação em relação a setembro do ano passado, enquanto a construção civil recuou 4,4% (81 mil a menos). O comércio ficou estável (0,5%, 22 mil a mais), a área de serviços prestados a empresas cresceu 1,9% (mais 73 mil) e o segmento "outros serviços" aumentou 3,3% (mais 140 mil).

Nas regiões, a menor taxa em setembro foi apurada no Rio de Janeiro (3,4%, queda de um ponto percentual em 12 meses) e a maior, em Salvador (10,3%). Chegou a 3,8% em Belo Horizonte, 4,9% em Porto Alegre, 6,7% em Recife e 4,5% em São Paulo, onde a taxa se reduziu em 1,3 ponto ante setembro de 2013.

out 23

Datafolha e Ibope: Dilma dispara sobre Aécio

 

 

:

Levantamentos divulgados pelos institutos Datafolha e Ibope na tarde desta quinta-feira 23 apontam vantagem de seis e oito pontos, respectivamente, da presidente Dilma Rousseff em relação ao candidato do PSDB, Aécio Neves.

No Datafolha, ela atinge 53% das intenções dos votos válidos, contra 47% do tucano. Em comparação com a última pesquisa, Dilma cresceu um ponto, enquanto Aécio perdeu um.

Em votos totais, Dilma registrou 48%, enquanto Aécio atingiu 42%. Brancos e nulos representaram 5% dos entrevistados. Outros 5% disseram não saber em quem votar.

No Ibope, a presidente cresceu seis pontos em relação à última mostra, da semana passada, e registrou 54% dos votos válidos, ante 46% do adversário.

Considerando os votos totais, Dilma registrou 49% contra 41% de Aécio. Segundo a pesquisa, os indecisos são 3% e 7% responderam que vão votar nulo ou em branco no próximo domingo 26.

Com essa diferença, nos dois levantamentos, a candidata à reeleição pelo PT passa a liderar a disputa à Presidência da República isoladamente, pela primeira vez no segundo turno.

As notícias, que chegaram praticamente juntas ao público, mostrou uma inesperada, para a maioria dos analistas, aceleração da definição do eleitorado. O que se nota é que pesquisa Datafolha divulgada dois dias atrás, na qual Dilma apresentava 52% contra 48% para Aécio, não mostrava um quadro cristalizado, mas sim em evolução.

A candidatura da presidente mostrou capacidade de crescer um ponto – e talvez este ainda não tenha sido o ponto final da evolução. O teto de Dilma pode ser maior. Da mesma maneira, Aécio corre o risco de encontrar seu piso mais abaixo da atual marca, se não tratar de retomar a iniciativa. O grande problema é que a eleição acontece dentro de três dias, deixando de oferecer tempo para uma virada tucano sobre a virada de Dilma.

A presidente está indo para as urnas na condição de favorita.

Abaixo, reportagens da Agência Brasil sobre as pesquisas:

Datafolha: Dilma tem 48% das intenções de voto e Aécio, 42%

Mariana Tokarnia – Pesquisa Datafolha, finalizada hoje (23), mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 48% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 42%. Assim como na pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, pela primeira vez no levantamento, Dilma lidera a disputa no segundo turno fora da margem de erro.

Votos brancos e nulos somam 5%, enquanto 5% ainda estão indecisos. Considerados os votos válidos (excluindo-se os brancos, nulos e indecisos), Dilma tem 53% e Aécio, 47%. A pesquisa foi contratada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 47% e Aécio, 43% dos votos totais.

De acordo com o levantamento divulgado hoje, 41% afirmaram não votar em Aécio "de jeito nenhum", enquanto 37% afirmaram não votar em Dilma.

A pesquisa Datafolha ouviu 9.910 eleitores na quarta-feira (22) e na quinta-feira (23). A margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.

No primeiro turno, Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves recebeu 33,55%. O segundo turno das eleições presidenciais será no próximo domingo (26).

Ibope: Dilma tem 49% e Aécio, 41% das intenções de voto

A pesquisa Ibope divulgada hoje (23) mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 49% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 41%. Votos brancos e nulos somam 7% e não sabem ou não responderam 3%. Na pesquisa anterior, divulgada no último dia 15, Aécio tinha 45% das intenções de voto e Dilma, 43%. Brancos e nulos somavam 7%. Os que não sabiam ou não responderam, 5%.

No caso dos votos válidos, ou seja, excluídos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição, de acordo com o instituto, Dilma aparece com 54% das intenções de votos e Aécio com 46% . Na pesquisa anterior, Aécio tinha 51% e Dilma, 49% dos votos válidos.

Quanto ao percentual de rejeição, de acordo com o Ibope, Aécio tem 42% e Dilma, 36%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios, entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01168/2014. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

No primeiro turno das eleições, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves, 33,55%. Fonte: Brasil 247

out 22

CARREATA PRO DILMA EM ITAPETINGA

 

Quando estava chegando na Fábrica Ilpisa na Vila Riachão ainda tinha carro no Derba. Com frio e chuva e sem o Governador eleito a carreata foi um sucesso.

Mesmo com ausência do Governador eleito Rui Costa que o avião não conseguiu pousar em Itapetinga devido ao mau tempo, a coordenação da campanha em Itapetinga decidiu fazer carreata Pro Dilma que circulou a cidade pelo ponto Certo, São Francisco, Vilas, Nova, Clodoaldo e Praça Daire Walley. O tempo frio e a chuva não ajudou o evento, mas a movimentação chamou atenção da cidade.

Os carros tomaram todo espaço do aeroporto e fecharam a pista do Parque de exposição até entrada do clube Coroas.

Para arrumar a carreata o pelotão da frente teve que seguir da exposição e aguardar no Derba para dar início.

Na saída das Vilas ou parte dos carros entrou e outra aguardou na Avenida Júlio José Rodrigues.

Na chegada muita chuva, frio e animação na Praça Daire Walley

out 22

Itapetinga: Aeronave com Rui Costa não consegue pousar por causa de mau tempo

 

por Rebeca Menezes no Bahia Notícias

Itapetinga: Aeronave com Rui Costa não consegue pousar por causa de mau tempo

O mau tempo que atinge a região de Itapetinga, no sudoeste baiano, impediu que a aeronave que levava o governador eleito Rui Costa (PT) pousasse no aeroporto da cidade. Segundo a assessoria do petista, o piloto decidiu não aterrissar por motivos de segurança e retornou a Salvador ainda nesta quarta-feira (22). Rui Costa participaria de uma caminhada na cidade por volta das 15h. Ainda assim, o evento foi mantido e contou com a presença de lideranças políticas da região.

out 22

AMIGOS SE DESPEDEM DE REGINALDO ELETRICISTA

 

Reginaldo

Familiares e amigos participaram na tarde desta quarta-feira do sepultamento do corpo do amigo Reginaldo Eletricista, funcionário aposentado da prefeitura, que faleceu terça-feira (21).

Depois de ser velado em sua residência no bairro Clodoaldo, foi realizada missa de corpo presente na Igreja Candeias e finalmente aconteceu o sepultamento no Cemitério da Nova Itapetinga. Foto e informações Blog do Tarugão.

out 22

NOVA PESQUISA DATAFOLHA REVELA AVANÇO DE DILMA ENTRE INDECISOS

 

 

image

 

Nova pesquisa Datafolha manteve situação de empate técnico na corrida à presidência da República, mas a presidente Dilma Rousseff (PT) conseguiu “pescar” um ponto entre os indecisos. A pesquisa foi feita ontem (21) e os números foram divulgados hoje pela Folha de São Paulo.

Nos votos válidos, Dilma tem 52% das intenções de voto ante 48% de Aécio Neves (PSDB).

O avanço de Dilma é observado quando computados os votos totais. Ela sai de 46% para 47%, enquanto Aécio mantém-se em 43%. A presidente avançou entre indecisos, que eram 6% na pesquisa anterior, divulgada na segunda (20), e caiu para 4%. O percentual de brancos e nulos saiu de 5% para 6% no mesmo intervalo.

A pesquisa também revela que 82% dos eleitores de Dilma acreditam na vitória da candidata à reeleição. Para 78% dos eleitores de Aécio, ele será o vencedor.

ECONOMIA AJUDA DILMA

Os eleitores estão mais otimistas com a economia brasileira, o que pode explicar o avanço da petista. 31% acham que a inflação vai aumentar, mas esse percentual era 50% em setembro e 64% em abril passado. A mesma pesquisa revela que 35% disseram que a inflação ficará como está e 21% acreditam em queda da inflação.

Só 26% acreditam em aumento do desemprego, enquanto 33% acreditam que ficará estável e 31% creem em redução. Só 15% dizem que vai piorar.

AÉCIO É MAIS AGRESSIVO, DIZ PESQUISA

De acordo com o Datafolha, 71% criticaram as acusações (agressividade) na campanha. Para 36%, Aécio é o mais agressivo, percentual que cai para 24% para Dilma.

O levantamento do Datafolha ouviu 4.355 eleitores ontem (21) em 256 municípios e tem margem de erro de 2 pontos percentuais. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01160/2014.

 

DILMA TEM 44% CONTRA 41% DE AÉCIO EM MINAS, DIZ VOX POPULI

A presidente Dilma Rousseff (PT) lidera as intenções de voto no reduto eleitoral do seu adversário Aécio Neves (PSDB). De acordo com pesquisa Vox Populi, a petista alcança 44% do eleitorado mineiro contra 41% do tucano, que governou o estado de 2003 a 2010.

A estatística é referente à votação estimulada, quando são apresentados os nomes dos candidatos.No primeiro turno da eleição, Dilma também venceu Aécio em Minas por 43% dos votos válidos contra 39% do senador. O estado é o segundo maior colégio eleitoral do País e será decisivo na votação deste segundo turno.

Conforme o levantamento, Dilma vence por 50% a 35% entre os eleitores mineiros com renda de até dois salários mínimos. Na faixa entre dois até cinco salários mínimos, o tucano vence a petista por 43% a 42%. Aécio também alcança mais votos entre os mineiros com renda superior a cinco salários mínimos (52% a 35%).

A pesquisa foi realizada com 1.600 eleitores, em 91 municípios mineiros, no dias 19 e 20 deste mês. O levantamento tem margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e foi protocolado na Justiça Eleitoral sob o número BR-001150/2014. O nível de confiança é de 95%. Fonte: Minas 247

 

out 22

NOVA PESQUISA DATAFOLHA REVELA AVANÇO DE DILMA ENTRE INDECISOS

 

image

Nova pesquisa Datafolha manteve situação de empate técnico na corrida à presidência da República, mas a presidente Dilma Rousseff (PT) conseguiu “pescar” um ponto entre os indecisos. A pesquisa foi feita ontem (21) e os números foram divulgados hoje pela Folha de São Paulo.

Nos votos válidos, Dilma tem 52% das intenções de voto ante 48% de Aécio Neves (PSDB).

O avanço de Dilma é observado quando computados os votos totais. Ela sai de 46% para 47%, enquanto Aécio mantém-se em 43%. A presidente avançou entre indecisos, que eram 6% na pesquisa anterior, divulgada na segunda (20), e caiu para 4%. O percentual de brancos e nulos saiu de 5% para 6% no mesmo intervalo.

A pesquisa também revela que 82% dos eleitores de Dilma acreditam na vitória da candidata à reeleição. Para 78% dos eleitores de Aécio, ele será o vencedor.

ECONOMIA AJUDA DILMA

Os eleitores estão mais otimistas com a economia brasileira, o que pode explicar o avanço da petista. 31% acham que a inflação vai aumentar, mas esse percentual era 50% em setembro e 64% em abril passado. A mesma pesquisa revela que 35% disseram que a inflação ficará como está e 21% acreditam em queda da inflação.

Só 26% acreditam em aumento do desemprego, enquanto 33% acreditam que ficará estável e 31% creem em redução. Só 15% dizem que vai piorar.

AÉCIO É MAIS AGRESSIVO, DIZ PESQUISA

De acordo com o Datafolha, 71% criticaram as acusações (agressividade) na campanha. Para 36%, Aécio é o mais agressivo, percentual que cai para 24% para Dilma.

O levantamento do Datafolha ouviu 4.355 eleitores ontem (21) em 256 municípios e tem margem de erro de 2 pontos percentuais. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01160/2014.

 

DILMA TEM 44% CONTRA 41% DE AÉCIO EM MINAS, DIZ VOX POPULI

A presidente Dilma Rousseff (PT) lidera as intenções de voto no reduto eleitoral do seu adversário Aécio Neves (PSDB). De acordo com pesquisa Vox Populi, a petista alcança 44% do eleitorado mineiro contra 41% do tucano, que governou o estado de 2003 a 2010.

A estatística é referente à votação estimulada, quando são apresentados os nomes dos candidatos.No primeiro turno da eleição, Dilma também venceu Aécio em Minas por 43% dos votos válidos contra 39% do senador. O estado é o segundo maior colégio eleitoral do País e será decisivo na votação deste segundo turno.

Conforme o levantamento, Dilma vence por 50% a 35% entre os eleitores mineiros com renda de até dois salários mínimos. Na faixa entre dois até cinco salários mínimos, o tucano vence a petista por 43% a 42%. Aécio também alcança mais votos entre os mineiros com renda superior a cinco salários mínimos (52% a 35%).

A pesquisa foi realizada com 1.600 eleitores, em 91 municípios mineiros, no dias 19 e 20 deste mês. O levantamento tem margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e foi protocolado na Justiça Eleitoral sob o número BR-001150/2014. O nível de confiança é de 95%. Fonte: Minas 247

 

out 21

LIDERANÇAS DE TODA REGIÃO DISCUTEM RETA FINAL DA CAMPANHA PR0-DILMA

 

Lideranças políticas de toda região participaram de reunião na tarde desta terça-feira no Plenário da Câmara de Vereadores. O Deputado Rosemberg Pinto e o Secretário de Relações Institucionais Cícero Monteiro coordenaram a reunião lado do prefeito JCM. Prefeitos, vereadores, lideranças locais e regionais e dirigentes sindicais de toda região participaram do evento que discutiu a reta final da campanha da Presidente Dilma em toda a região.

CARREATA PRO-DILMA EM ITAPETINGA NESTA QUARTA-FEIRA (22)

A coordenação está convocando a comunidade para a carreata que tem como ponto de partida recepção às 14h30min no aeroporto local do Governador Eleito Rui Costa, que será o destaque no evento desta quarta-feira.

 

O PC do B que sempre esteve coligado ao PT nacional esteve presente com Rosenildo, Gilson,

 

Jerri, Vandi e o vereador Renan Coelho.

Entre os presentes também estavam os prefeitos de Itambé Ivan Fernandes, de Maiquinique, Menininha, de Itarantim Paulo Fernandes e os Presidentes de Partidos: Jorge Ferreira (PSB), Pastor Josemar (PRB), Gilson de Jesus (PC do B), Leonardo Matos (PTB) e James Alves (PT) local.

 

out 21

“Somos ignorantes porque ignoramos os tucanos”

 

Presidente Dilma Rousseff rebate declaração de FHC, que chamou o eleitorado petista de "mal informado", durante comício em Petrolina, no sertão pernambucano; ela defendeu o Nordeste e mandou recado aos adversários: "Essa é uma das mais importantes regiões do país, apesar do que acham os tucanos. Eles falaram que os votos que eu recebi no semiárido no Nordeste eram de pessoas ignorantes. Nós somos ignorantes, porque ignoramos os tucanos", declarou; Dilma voltou a criticar a falta de água em São Paulo; "O estado mais rico do país não se preparou para a seca. Já o governo federal se preparou e trouxe água para o Nordeste"

Ichiro Guerra:

 

Em defesa dos nordestinos e da região onde o PT tem maioria de votos, a presidente Dilma Rousseff alfinetou nesta terça-feira 21 o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que chamou de "mal informado" o eleitor que vota no PT. Diante de 30 mil pessoas em Petrolina, sertão pernambucano, a candidata à reeleição disparou: "somos ignorantes porque ignoramos os tucanos".

"Essa é uma das mais importantes regiões do país, apesar do que acham os tucanos. Eles falaram que os votos que eu recebi no semiárido no Nordeste eram de pessoas ignorantes. Nós somos ignorantes, porque ignoramos os tucanos", ressaltou Dilma em seu discurso. No primeiro turno da eleição, ela venceu em todos os estados do Nordeste, menos em Pernambuco.

Depois da declaração de FHC e da liderança de Dilma no primeiro turno, as redes sociais viraram palco de comentários preconceituosos contra nordestinos e pobres, que teriam sido responsáveis pela vitória da presidente. Contra a onda de ofensas, a campanha de Aécio Neves (PSDB) chegou a pedir investigação ao Ministério Público Federal sobre os autores das mensagens.

Dilma afirmou ainda em Petrolina que não reconhece no governo tucano

Leia mais »

out 20

Esvaziar bancos públicos é ir na contramão do desenvolvimento, dizem sindicalistas

 

Em protesto organizado pelo Sindicato do Bancários de São Paulo, dirigentes acusam ideia de Aécio de privatização das instituições ‘disfarçada’ de profissionalização

por Rodrigo Gomes, da RBA publicado 20/10/2014

ato cut

Freitas: "Quando um banco ou uma empresa pública é vendido, quem passa a mandar nele não foi eleito pelo povo"

São Paulo – “Se tem uma riqueza brasileira que o setor privado quer é o controle do setor financeiro. Hoje, nosso país tem 50% do mercado de finanças controlado pelo poder público e a outra parte, pelo setor privado”, resumiu o presidente da CUT, Vagner Freitas, durante ato de lideranças sindicais e políticas em defesa dos bancos públicos brasileiros, no início da tarde de hoje (20), no centro de São Paulo.

Para o dirigente, a proposta do candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, de reduzir o papel dos bancos públicos na economia brasileira – sintetizada por seu consultor econômico e provável ministro da Fazenda, Armínio Fraga – tem por objetivo agradar aos grandes empresários. “Os bancos públicos são as joias da coroa”, disse Freitas.

Armínio Fraga – que foi presidente do Banco Central na gestão de Fernando Henrique Cardoso (PSDB, 1995-2002) – disse, em áudio divulgado pelo blog O Cafezinho, que os bancos públicos atrapalham o desenvolvimento da economia brasileira “com ‘D’ maiúsculo” e que é preciso reformular a atuação dos três grandes bancos brasileiros. E afirmou, por fim, não saber bem “o que vai sobrar no final da linha, talvez não muito”.

Para Freitas, o eventual ministro da Fazenda de Aécio não sabe definir exatamente este resultado por ter compromisso com os bancos privados. Os sindicalistas ressaltaram o papel dessas instituições na economia nos últimos 12 anos, financiando as principais obras e programas sociais – como o Financiamento Estudantil (Fies) e o programa Minha Casa Minha Vida –, além de atuar fortemente no financiamento da agricultura e da indústria.

“Na crise (de 2008), se não fosse os bancos públicos para manter a oferta

Leia mais »

Posts mais antigos «

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress