out 29

Rui promete gestão "mais ágil e moderna"

 

Foto: Carla Ornelas/GOVBA: Apresenta��o do Grupo de Trabalho de Transi��o Governamental da Bahia.
Na foto: Rui Costa/ Governador Eleito

O governador Jaques Wagner e o governador eleito da Bahia, Rui Costa, se encontraram nesta quarta-feira (29) na sede do governo, no Centro Administrativo (CAB), para oficializar o início da transição da administração. Um grupo de trabalho formado por oito servidores técnicos começou a estudar a atual estrutura administrativa do Estado para propor a Rui Costa mudanças no organograma administrativo da máquina estadual.

A pedido de Rui, os técnicos vão passar duas semanas analisando possíveis fusões, cortes e novas composições na estrutura administrativa do Estado. "A equipe montará cenários com os prós e os contras, em cima das ideias que pedi. Serão estudos aprofundados para montarmos uma nova estrutura do Estado. Isso vai embasar a minha decisão", disse o petista em entrevista coletiva.

O petista afirmou que secretarias e cargos comissionados devem ser cortados. Ele entende que as mudanças precisam ser feitas até dezembro deste ano. Assim, a partir do dia 1º de janeiro, quando inicia o seu mandato, a gestão já começa a funcionar com uma nova estrutura administrativa, "modernizando o Estado e ganhando tempo".

A partir de hoje, os servidores levantarão dados, inclusive os referentes aos

Leia mais »

out 28

SESSÃO ESPECIAL DA CÂMARA DISCUTE SAAE

alfred-500x681

Por indicação do vereador Alfredo Cabral do PSD a Câmara de Vereadores realiza sessão especial nesta quarta-feira (29) com objetivo de discutir abastecimento de água na cidade e denúncias apresentadas por um grupo de funcionários sobre falta material no órgão.

out 28

Campus do IF Baiano em Itapetinga abre inscrições para Processo Seletivo 2015

 

Até o dia 16 de novembro, o IF Baiano – campus Itapetinga estará com inscrições abertas para o Processo Seletivo 2015 para ingresso de novos estudantes. Ao todo, 220 vagas estão sendo ofertadas para os cursos técnicos de Informática e Agropecuária. As inscrições para os cursos, disponíveis nas modalidades Integrado e Subsequente, custam R$ 10,00 e devem ser feitas pela internet, no site do Instituto. Existe também no Campus, um ponto de apoio para inscrições e entrega de documentação, que funciona de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 12:00h e das 14:00 às 17:00h.

Para efetuar a inscrição, os interessados devem preencher formulário de inscrição, disponível no site do Instituto, indicando a modalidade e o curso de sua preferência. Além disso, também é necessário que o candidato indique se deseja concorrer a uma das vagas através do sistema de cotas para estudantes provenientes de escolas públicas, cotas para candidatos com necessidades educacionais especiais ou ampla concorrência. Os cursos ofertados são para as modalidades Subsequente (para quem já concluiu o Ensino Médio) e Integrado (para quem já concluiu o Ensino Fundamental).

Isenção

Para solicitar isenção, os interessados têm o período de 13 a 31 de outubro

Leia mais »

out 28

Ufa, presidenta, que sufoco!

 

por Luis Nova – 27 de outubro de 2014 ( facebook)

Luiz-Nova

 

 

 

 

 

 

Foi uma bela vitória. Ela aprofunda responsabilidades e desafios. 
O discurso da vitória, que a senhora fez, em nome da principal representação institucional do país, foi perfeito. Um discurso de estadista. A união nacional, o diálogo, o aprimoramento e avanços na prática governamental e correção das limitações reveladas. A dimensão liberal da vitória foi bem resolvida. Ponto.

No entanto, presidenta, no campo popular, o governo ainda terá que andar, razoavelmente, para equacionar uma convivência digna, autônoma e produtiva. Digo isto com a clara ideia de que não se pode esperar nem cobrar um governo de esquerda, neste contexto histórico. No que entendo, o seu, é um governo de composição, com forte presença da direita. O resultado eleitoral reforça isto. O diálogo é necessário, como instrumento de construção do consenso liberal e da governabilidade. E agora, como ficam os interesses populares?

A campanha registrou, revelou algumas verdades, nesse sentido. O governo não é popular, na sua composição classista, nem na sua dimensão programática. Tem fortes compromissos sociais, é verdade. Mantê-los é um desafio e uma crise permanente com os setores de direita, que abriga e cultiva. Ao optar pela pragmática relação com os interesses fisiológicos, se viu desguarnecido, na hora do embate mais aguerrido. A resposta pública que precisou, impôs flexões de campanha e ampliação à esquerda.

Teve que recorrer aos setores populares, que não lhe faltaram, e obteve a

Leia mais »

out 28

RENAN COELHO: EM BANDEIRA DILMA GANHOU

 

“No Distrito de Bandeira do Colônia, Dilma venceu no 2º turno com 823 votos contra 589 de Aécio. O trabalho do vereador Renan Coelho mostrando a população do distrito a importância da releição de Dilma e dialogando sobre os projetos que estavam em jogo nesta disputa, contribuiu para a população entender e diferenciar o governo Dilma, com a situação do prefeito, a maioria dos eleitores não se deixou levar pela onda do ‘vamos derrotar o prefeito zé Carlos’. No distrito as pessoas não caíram nesta de prejudicar a eleição de Dilma, pois elas conseguem visualizar os avanços e conquistas que beneficiaram os mais necessitados. Bandeira foi contemplada com o programa Mais Médico, e o calcetamento do bairro Vida Nova foi realizado com recursos do Ministério das Cidades. Além disso, nós fomos as ruas do distrito entregamos a carta dos trabalhadores em apoio a candidatura de Dilma e o diálogo contribuiu para a decisão da eleição que contrariou o resultado em Itapetinga.” 

Ascom Renan Coelho (PCdoB)

out 28

Leonardo Boff: "Para entender a vitória de Dilma Rousseff"

 

A questão de fundo de nosso país está sendo equacionada: garantir a todos, mas principalmente aos pobres, o acesso aos bens da vida, superar a espantosa desigualdade e criar mediante a educação oportunidades aos pequenos para que possam crescer, se desenvolver e se humanizar como cidadãos ativos.
Por Leonardo Boff*

Ichiro Guerra 

Nestas eleições presidenciais, os brasileiros e brasileiras se confrontaram com uma cena bíblica, testemunhada no salmo número um: tinha que escolher entre dois caminhos: um que representa o acerto e a felicidade possível e outro, o desacerto e infelicidade evitável.
Criaram-se todas as condições para uma tempestade perfeita com distorções e difamações, difundidas na grande imprensa e nas redes sociais, especialmente uma revista que ofendeu gravemente a ética jornalística, social e pesssoal publicando falsidades para prejudicar a candidata Dilma Rousseff. Atrás dela se albergam as elites mais atrasadas que se empenham antes em defender seus privilégios que universalizar os direitos pessoais e sociais.
Face a estas adversidades, a Presidenta Dilma ao ter passado pelas torturas nos porões dos órgãos de repressão da ditadura militar, fortaleceu sua identidade, cresceu em determinação e acumulou energias para enfrentar qualquer embate. Mostrou-se como é: uma mulher corajosa e valente. Ela transmite confiança, virtude fundamental para um político. Mostra inteireza e não tolera malfeitos. Isso gera no eleitor ou eleitora o sentimento de “sentir firmeza”.
Sua vitória se deve em grande parte à militância que saiu às ruas e

Leia mais »

out 28

Rui Costa é o primeiro governador recebido por Dilma após vitória

 

O novo governador da Bahia, Rui Costa, e o atual governador, Jaques Wagner, estiveram em Brasília, na última segunda-feira (27/10), para uma visita à presidenta Dilma Rousseff (PT), reeleita neste segundo turno. Rui e Wagner, que estavam acompanhados das esposas, foram os primeiros governadores recebidos por Dilma, após a vitória.

O encontro, no Palácio da Alvorada, aconteceu um dia após a vitória de Dilma nas urnas. De acordo com Rui Costa, a visita foi para cumprimentar a presidenta pela vitória e não contou com nenhuma discussão de trabalho – Jaques Wagner é cotado para assumir um ministério, mas o assunto não esteve em pauta.
“Foram 45 minutos de uma conversa muito boa e animada”, contou Rui, que relatou, ainda, ter notado uma grande felicidade em Dilma, por conta da vitória, no domingo (26).
Fonte: Vermelho.org.br

out 28

FOTO DA SEMANA:

 

Caminhada Dilma 27.10.14 Foto www.pimenta.blog.br

Onze mil pessoas comemoraram nesta segunda-feira 27 a eleição de Dilma na Avenida Cinquentenário em Itabuna. Davidson, o vice-prefeito do PC do B Wenceslau e Geraldo simões estavam presentes. Em Itabuna Dilma venceu com 52,52% dos votos válidos.

out 28

‘Sem internet, Aécio teria vencido eleição’, diz cientista político

 

Para Sérgio Amadeu, PSDB adota ‘estratégia do cinismo’. Ele considera inaceitável que a bandeira de combate à corrupção seja conduzida por ‘forças da corrupção’

por Renato Brandão, especial para RBA publicado 28/10/2014

 

Amadeu

Amadeu defende reforma política para se alcançar uma legislação mais democrática dos meios de comunicação

São Paulo – Carro-chefe da editora Abril, a revista Veja lançada na última sexta-feira (24) divulgou como matéria de capa uma acusação de que a presidenta reeleita Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do PT, tinham conhecimento de um esquema de corrupção na Petrobras. Sem apresentar qualquer prova, o conteúdo da reportagem era baseado em suposto depoimento do doleiro Alberto Youssef à Polícia Federal, que foi desmentido por seu advogado logo após a publicação.

Considerada a última “bala de prata” da oposição para tentar impedir uma nova vitória petista sobre os tucanos, a reportagem foi contestada duramente pela presidenta durante seu último programa eleitoral na TV na mesma sexta-feira. Ainda naquele dia, a Justiça considerou a publicidade da revista como “propaganda eleitoral” e também concedeu direito de resposta ao PT no site da revista.

Ainda assim, o estrago já estava feito. A campanha e simpatizantes do PSDB distribuíram panfletos com a capa impressa da revista da Abril em várias cidades do Brasil. Já na madrugada de sábado (25) para domingo (26), circulavam boatos de que Alberto Youssef havia sido envenenado, algo que teve de ser desmentido com rapidez pela Polícia Federal.

“Essa operação da Veja mostra que ela não é um órgão de comunicação, o

Leia mais »

out 27

DILMA LEVA 70% DOS VOTOS DOS BAIANOS

 

Em Salvador, Dilma teve 67,28% e Aécio, 32,72%. No cômputo geral, Wagner e Rui deram a Dilma 918.160 votos na capital baiana e Neto, Geddel e Souto, 446.487. Quase a metade!

No Estado, a coisa não andou bem para as oposições. Wagner prometeu e cumpriu, principalmente agora com o reforço de Rui.

Dilma bateu nos 70% dos votos dos baianos, ampliando em quase 10% o percentual, sinal que a oposição encolheu.

Aécio amargou uma surra. Não chegou aos 30%, ficando com modestos 2.151.922 votos, contra 5.059.228 de Dilma. Uma diferença de mais de 2.900.000  votos para a petista.

Tribuna da Bahia

out 27

Neoliberalismo sofre a quarta derrota seguida no Brasil

 

 

Novo mandato de Dilma deve ter compromisso imediato com taxação do capital especulativo, democratização da comunicação e reforma política. Nova engenharia na relação com o Congresso é equação delicada

por Emir Sader, para a RBA publicado 27/10/2014

collor_fhc_sarney_Lula Marques_Folhapress.jpg

Fernando Henrique, Collor e José Sarney: faces do neoliberalismo são rejeitadas pela população

Pela sexta vez consecutiva se enfrentaram candidatos do PT e do PSDB, com duas vitórias iniciais para os tucanos e quatro triunfos sucessivos para os petistas.
O que isto significa? Que os governos neoliberais – Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso – foram definitivamente rejeitados pelos brasileiros. Que cada vez que estes se veem diante da alternativa, preferem a continuidade dos governos que constroem alternativas ao neoliberalismo.
Há 20 anos se dava o primeiro enfrentamento e os tucanos conseguiram colocar como tema prioritário na agenda nacional a luta contra a inflação. Seu diagnóstico desembocou no seu remédio: o Plano Real, a prioridade do ajuste fiscal, mesmo às custas do aumento da desigualdade social.
Seu sucesso relativo – FHC entregou o país com 12,5% de inflação a Luiz Inácio Lula da Silva – no tema da inflação e seu fracasso em todo o resto – maior desigualdade social, recessão profunda e prolongada etc. – levaram à vitória de Lula em 2002 e, sucessivamente, do próprio Lula e duas vezes de Dilma Rousseff.
Foram 12 anos que definiram um caminho de saída do neoliberalismo, com

Leia mais »

out 27

Rui e Wagner ficam mais fortes com Dilma

 

 

Com Luiz Fernando Lima Coluna Tempo presente

Na mais acirrada das disputas eleitorais desde que o Brasil foi redemocratizado, Jaques Wagner, governador da Bahia, e Rui Costa, o governador eleito, se deram bem.
Dilma teve 3,3 milhões de votos de vantagem. Só na Bahia, 2,7 milhões, onde a votação dela cresceu no segundo turno (no primeiro turno Marina e Aécio tiveram 36% e agora apenas 30%, contra 70% de Dilma).
Pondere-se que em Pernambuco a vantagem de Dilma foi de quase 2 milhões de votos, outro desempenho expressivo, mas lá o crédito foi para Lula, filho da terra.
Nesse cenário, Jaques Wagner, nome certo do Ministério de Dilma, às vezes citado como presidenciável em 2018, se fortalece.
E Rui Costa ganhou a faca e o queijo na mão para fazer o governo que idealizou.
Sem dúvida, os petistas baianos saem das urnas de 2014 como figuras de proa entre os governistas. A Bahia espera a recíproca.

Em Brasília – Jaques Wagner vai hoje a Brasília abraçar Dilma. Ele diz que a campanha de 2014 trouxe um recado da ruas:
- É preciso mudar e ter urgência nisso. Principalmente na reforma política.
Ele não aceita a tese de que a vitória de Dilma é nitidamente nordestina:
- Espera lá. Nós vencemos no Rio e em Minas, que é a terra do outro candidato.

out 27

A Dilma venceu na BA, mas Aécio conquistou 5 cidades baianas

 

 

Dilma venceu com 51% contra 48% de Aécio Neves

A presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) manteve a preferência na Bahia, obtendo 70% dos votos, mas Aécio Neves (PSDB) ganhou terreno no Estado e conquistou a maioria dos votos em cinco municípios baianos.

No primeiro turno, ele só teve a preferência dos eleitores de Buerarema, no Extremo Sul da Bahia, mas no segundo turno, além desta cidade, o tucano também foi o mais votado em Eunápolis, Itapetinga, Luís Eduardo Magalhães e Vitória da Conquista.

O senador ainda aumentou a vantagem em Buerarema. No primeiro turno, ele recebeu 66% dos votos e Dilma 25%. No pleito deste domingo, 26, ele conquistou 69,20% dos eleitores e a petista 30,80%. Apenas nesse município, a vantagem do candidato do PSDB foi de mais de 10 pontos percentuais.

Nas demais, o percentual foi menor, sendo que o maior índice foi de 55,14% para Aécio e 44,86% para Dilma em Itapetinga e a menor foi em Vitória da Conquista, onde ele recebeu 50,59% contra 49,41% da presidente.

Vitória petista

Enquanto Aécio venceu nestes cinco municípios, Dilma conquistou as demais cidades baianas, sendo que a maior diferença foi em Nova

Leia mais »

out 25

IRRESPONSABILIDADE NA LAGOA

Um veículo que participava da carreata do 45 adentrou ao espaço interno do parque da lagoa, ameaçando a segurança das crianças promoveu o conhecido cavalo de pau na quadra e foge pelos canteiros de grama.        Clic em  vídeo e assista.

Filmagem do celular por Jorge Ferreira.

out 25

Pesquisas mostram que crime eleitoral de Veja fracassou

 

:

Por Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania

As pesquisas Datafolha, Ibope e Vox Populi deste sábado mostram que, além de o crime eleitoral de Veja não ter funcionado, a revista ainda terá que arcar com o custo judicial – e, consequentemente, financeiro – desse repugnante crime eleitoral.

A vantagem de Dilma sobre Aécio se ampliou, o que sugere que o ataque rasteiro de Veja teve efeito diametralmente oposto ao esperado pela revista e pelo PSDB. A vantagem de Dilma na eleição de amanhã poderá ser maior do que a que ela teve em 2010.

Como dizem, o crime não compensa.

out 25

Para Lula, acusação de revista é “insana” e de “má fé”

 

Ex-presidente critica fortemente publicação da Veja, que cita acusações contra Dilma e Lula

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da tradicional caminhada às vésperas da eleição em São Bernardo do Campo na manhã deste sábado e criticou a reportagem da revista Veja, que cita o depoimento do doleiro Alberto Yousseff. De acordo com a publicação, na delação premiada, ele diz que Lula e a presidente Dilma Rousseff sabiam do esquema de desvios de dinheiro na Petrobras. Porém, para o líder petista, a atitude da revista em publicar uma matéria “insana” e mentirosa às vésperas do segundo turno foi uma tentativa “grotesca” de influenciar nos votos dos eleitores.

“Acho que o que a Veja fez foi uma demonstração de insanidade da imprensa marrom neste País. De um segmento da imprensa que nós já conhecemos muito bem, que tenta interferir no processo eleitoral. A Veja ontem chegou ao limite dos limites. Conseguiu fazer o impossível que ninguém acreditava que fosse possível ser feito. Ela conseguiu inventar uma mentira. É apenas a tentativa grotesca, inclusive de antecipar a tiragem para ver se influía no restante da imprensa brasileira. É uma atitude de má fé, leviana, mesquinha”, criticou o líder petista.

Lula disse irá processar a revista por conta do teor da reportagem. Para ele,

Leia mais »

out 25

Dilma tem 53%, e Aécio, 47% dos votos válidos, aponta Ibope

 

Levantamento com 3.010 eleitores foi feito nos dias 24 e 25 de outubro.
Margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Do G1, em São Paulo

Ibope - 25.10 (Foto: Arte/G1)

Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 53%
- Aécio Neves (PSDB): 47%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo".

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 54% e Aécio, 46%.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Dilma Rousseff (PT): 49%
- Aécio Neves (PSDB): 43%
- Branco/nulo: 5%
- Não sabe/não respondeu: 3%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 206 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01195/2014.

Datafolha: Dilma tem 52%, e Aécio, 48%

Situação é de empate técnico, segundo o instituto, com Dilma numericamente à frente.

Datafolha: Dilma tem 52%, e Aécio, 48% (Editoria de Arte/G1)

Posts mais antigos «

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress